Dos acordes de uma guitarra imaginária, os pensamentos de um guitarrista sem dedos para a tocar

terça-feira

A dificuldade do que é simples

Se alguém quer de um lado uma coisa, do outro quer-se imediatamente outra?

É muito difícil ter uma vida fácil virada para o difícil. Acho que a luta pelas contrariedades nunca parece ter tanto valor. E não tem. É só decidir.

Enquanto não posso decidir. Bom... Ouço Esbjörn Svensson, o mágico The Childhood Dream. Já concretizei um, agora faltam-me os outros dois.


Sem comentários: