Dos acordes de uma guitarra imaginária, os pensamentos de um guitarrista sem dedos para a tocar

domingo

Trabalho


Por alguma razão a primeira e a segunda sessão não as consigo colocar aqui. Eu podia dar-me ao trabalho de ir ver como pôr em html, mas já não tenho paciência para tanto. Na medida do possível vou começar a colocar aqui algumas das coisas que eu tenho feito. Sò porque sim. Porque eu gosto e porque é fixe! Ouvir André Fernandes é fixe. Ouvir bom jazz é fixe. Usar a palavra fixe é fixe. Mas só de vez em quando...

Sem comentários: