Dos acordes de uma guitarra imaginária, os pensamentos de um guitarrista sem dedos para a tocar

domingo

A ver

Quando tiver tempo... Que isto do tempo anda complicado para os meus lados.

Sem comentários: